Projeto

Curso Projeto Estrutura de Aço e Mistas NBR 8800 | EAD | Ao Vivo | 111834

O curso tem a finalidade de capacitar o participante para a realização e execução de projetos de estruturas em aço, bem como projetos de estruturas mistas utilizando majoritariamente aço e concreto, em sua composição.

  • Certificado : Sim
  • Modalidade : EAD
  • Carga Horária : 16h
  • Pré-Requisitos Mínimos : Alfabetização Completa (Leitura, Escrita e Compreensão de Textos)
Curso Projeto Estrutura de Aço e Mistas NBR 8800 | EAD | Ao Vivo | 111834

O CURSO

O objetivo do Curso Aprimoramento para Aplicação da Norma para Elaboração de Projeto de Estruturas de Aço e Estruturas Mistas Conforme NBR 8800 tem a finalidade de capacitar o participante para a realização e execução de projetos de estruturas em aço, bem como projetos de estruturas mistas utilizando majoritariamente aço e concreto, em sua composição. O curso segue os parâmetros impostos pela NBR 8800 que dita as informações a respeito de projetos deste tipo de estruturas.

O que são Estruturas de Aço e Estruturas Mistas?
Elementos estruturais são peças responsáveis pela sustentação da edificação. Seu desempenho está diretamente ligado com a escolha do material a ser utilizado, sendo aço e concreto os compostos mais utilizados. As estruturas mistas de aço e concreto, incluindo as ligações mistas, previstas por esta Norma, são aquelas formadas por componentes de aço e de concreto, armado ou não, trabalhando em conjunto. O concreto pode ser de densidade normal ou de baixa densidade, exceto quando alguma restrição for feita em parte específica desta Norma.

O DIFERENCIAL

Para conhecer o diferencial do nosso site

clique aqui!

Conteúdo Programático

Condições e avaliações gerais de projeto;
Desenhos de projeto, fabricação e montagem;
Aços estruturais e materiais de ligação;
Concreto e aço das armaduras;
Critérios de segurança e estados-limites;
Coeficiente de ponderação das ações;
Resistências e coeficientes de ponderação;
Tipos de análises estrutural;
Classificação de estruturas;
Considerações para dimensionamento;
Determinação de esforços solicitantes;
Análises de vigas contínuas e semicontínuas;
Resistência e rigidez das contenções laterais;
Pilares, vigas e integridade estrutural;
Condições específicas para dimensionamento de estruturas de aço;
Aplicabilidade e generalidades;
Área líquida e coeficiente de redução;
Barras ligadas por pino e barras redondas;
Índice de esbeltez;
Barras submetidas à momento fletor e força cortante;
Chapas de reforço (lamelas);
Mesas e almas de perfis I e H;
Escoamento local da alma;
Apoios ou extremidades de vigas sem restrição à rotação e com alma livre;
Condições específicas para o dimensionamento de ligações metálicas;
Resistência mínima de ligações;
Impedimento de rotação nos apoios;
Disposição de soldas e parafusos;
Fratura lamelar;
Limitações de ligações soldadas e parafusadas;
Força resistente de cálculo;
Colapso por rasgamento;
Elementos submetidos à tração, compressão e cisalhamento;
Pressão de contato;
Chapas de enchimento;
Dimensões e uso de furos e arruelas;
Pega Longa;
Superfícies não usinadas;
Apoios de concreto;
Projeto, montagem e inspeção de ligações com parafusos de alta resistência;
Bases de pilares;
Condições específicas para dimensionamento de elementos mistos;
Dimensionamento de ligações mistas;
Fadiga e empoçamento progressivo;
Fratura frágil;
Temperatura elevada;
Condições adicionais de projeto;
Contraflechas e corrosão de componentes de aço;
Estados limites de serviço, deslocamentos e vibrações.
Informações e adequações às normas.

Complementos para Máquinas e Equipamentos quando for o caso:
Conscientização da Importância:
Manual de Instrução de Operação da Máquina ou Equipamento;
Plano de Inspeção e Manutenção da Máquina ou Equipamento seguindo a NR 12;
Relatório Técnico com ART da Máquina ou Equipamento conforme NR 12;
Teste de Carga (com ART) conforme NR 12;
END (Ensaios Não Destrutivos) conforme NR 12;

Complementos da Atividade:
Conscientização da Importância:
APR (Análise Preliminar de Riscos);
PAE (Plano de Ação de Emergência;
PGR (Plano de Gerenciamento de Riscos);
Compreensão da necessidade da Equipe de Resgate;
A Importância do conhecimento da tarefa;
Prevenção de acidentes e noções de primeiros socorros;
Proteção contra incêndios;
Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
Impacto e fatores comportamentais na segurança;
Fator medo;
Como descobrir o jeito mais rápido e fácil para desenvolver Habilidades;
Como controlar a mente enquanto trabalha;
Como administrar e gerenciar o tempo de trabalho;
Porque equilibrar a energia durante a atividade afim de obter produtividade;
Consequências da Habituação do Risco;
Causas de acidente de trabalho;
Noções sobre Árvore de Causas;
Noções sobre Árvore de Falhas;
Entendimentos sobre Ergonomia;
Análise de Posto de Trabalho;
Riscos Ergonômicos;

Exercícios Práticos;
Registro das Evidências;
Avaliação Teórica e Prática;
Certificado de Participação.

Instrutores

N° 12 - Engenheiro Moreira

N° 12 - Engenheiro Moreira

Coach, Mentor e Engenheiro de Segurança e Saúde do Trabalho, Química e Ciências da Computação

Para saber mais clique aqui.

N° 07 - Técnico Castro

N° 07 - Técnico Castro

Coach e Mentor em Segurança do Trabalho, Emergências Médicas, Químicas e Combate à Incêndios

Para saber mais clique aqui.

Referências Normativas quando for o caso aos dispositivos aplicáveis e suas atualizações:

NR 01 – Disposições Gerais;
NR 18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Industria da Construção;
ABNT NBR ISO/CIE 8995 – Iluminação de ambientes de trabalho;
ABNT NBR 5000 – Chapas grossas de aço de baixa liga e alta resistência mecânica;
ABNT NBR 5004 –  Chapas finas de aço de baixa liga e alta resistência mecânica;
ABNT NBR 5008 – Chapas grossas e bobinas grossas, de aço de baixa liga, resistentes à corrosão atmosférica, para uso estrutural – Requisitos;
ABNT NBR 6118 – Projeto de estruturas de concreto – Procedimento;
ABNT NBR 6120 – Cargas para o cálculo de estruturas de edificações;
ABNT NBR 6648 – Chapas grossas de aço-carbono para uso estrutural;
ABNT NBR 6649 – Chapas finas a frio de aço-carbono para uso estrutural;
ABNT NBR 6650 – Chapas finas a quente de aço-carbono para uso estrutural;
ABNT NBR 7007 – Aços-carbono e microligados para uso estrutural e geral;
ABNT NBR 5884 – Perfil I estrutural de aço soldado por arco elétrico – Requisitos gerais;
Protocolo 2015 – Guidelines American Heart Association;
Protocolo 2017 – Atualizações Específicas nas Diretrizes 2017 American Heart Association p/ Suporte Básico de Vida em Pediatria/Adultos e Qualidade de Ressuscitação Cardiopulmonar.
Portaria GM N.2048 – Política Nacional de Atenção as Urgências;
OIT 161 – Serviços de Saúde do Trabalho;
ISO 10015 – Gestão da qualidade – Diretrizes para treinamento;
ISO 45001 – Sistemas de gestão de saúde e segurança ocupacional – Requisitos com orientação para uso;
ISO 56002 – Innovation management – Innovation management system;
ANSI B.11 – Machine Safety Standards Risk assessment and safeguarding.
Nota: Este Serviço atende exclusivamente as exigências da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho (SEPRT); quando se tratar de atendimento a outros Órgãos, informe no ato da solicitação.


  • Mercado PagoÀ Vista por R$2.800,00
  • MercadoPago CreditoÀ Vista por R$2.957,02
  • 2x de R$1.541,56 (R$3.083,11)
    3x de R$1.042,05 (R$3.126,14)
    4x de R$792,34 (R$3.169,36)
    5x de R$642,55 (R$3.212,76)
    6x de R$542,77 (R$3.256,63)
    7x de R$471,52 (R$3.300,61)
    8x de R$418,18 (R$3.345,42)
    9x de R$376,70 (R$3.390,29)
    10x de R$343,52 (R$3.435,20)
    11x de R$316,45 (R$3.480,90)
    12x de R$293,88 (R$3.526,56)
  • MercadoPago BoletoÀ Vista por R$2.803,45